5th September 2019
  • 3:50 pm Sintra tour, with a local guide and all inclusive
  • 3:35 pm Porque é importante um sistema de controlo de acessos
  • 3:20 pm Lentes de Contacto: saiba tudo sobre estes produtos oculares
  • 2:35 pm O que é a ionização da água de piscinas?
  • 12:52 am A importância de uma boa consulta de visão
Sites, Redes Sociais, Lojas Online, SEO Orgânico, Fotos e Videos para PMEs. Fale connosco !Target4Biz - Marketing Digital - SEO Organico - criação de site - gestão de redes sociais
empresas em lisboa

Abrir empresas em Lisboa é uma óptima opção para quem está em busca de investimentos em Portugal. Com o passar dos anos, o processo está cada vez mais simples. Antes de abrir um negócio, conheça o mercado português e analise o que está a ser mais rentável. É necessário conhecer os concorrentes, o custo mensal e o público-alvo.

Criamos um guia completo para quem está a pensar em abrir empresas em Lisboa.

Tipo de empresa

Singular
Empresário em Nome Individual (um único individuo ou pessoa singular como titular);
Sociedade Unipessoal por Quotas (existe único sócio com responsabilidade limitada ao valor da quota subscrita);
Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada (um individuo ou pessoa singular como titular, tal como no Empresário em Nome Individual, mas onde se regista um património autónomo afeito à empresa).

Colectiva

Sociedade por Quotas (empresa constituída por dois ou mais sócios cujo capital se encontra dividido por quotas / percentagens);
Sociedade Anónima (sociedade onde o capital social se encontra dividido em acções que podem ser transaccionadas livremente. Mínimo de cinco sócios);
Sociedade em nome Colectivo (sociedade composta por mais do que um sócio com responsabilidade subsidiária em relação à sociedade e solidária relativamente aos outros sócios);
Sociedade em Comandita (sociedade mista onde existem sócios comanditados, que colaboram com serviços ou bens, e comanditários, que colaboram com capital e que dirigem a sociedade);
Cooperativa (associação colectiva de capital sem fins lucrativos onde as receitas são distribuídas pelos membros de acordo com o investimento realizado por estes).

Escolher o tipo de empresa é importante para definir qual será a descrição da Actividade e seu respectivo CAE (Classificação Portuguesa das Actividades Económicas).

Documentação necessária para abrir empresas em Lisboa

Antes de abrir empresas em Lisboa, precisará dos seguintes documentos:

  • Cartão Cidadão ou NIF Portugal;
  • Registo comercial;
  • Inscrição na Segurança Social;
  • Declaração de início de atividade;
  • Certificado de admissibilidade;
  • Depósito do capital social;
  • Preparação do ato constitutivo de sociedade.

Com os documentos em mãos, é chegada a hora de efectivar o registo através do serviço Empresa na Hora nos balcões ou na Internet. A taxa de abertura é paga no momento da constituição da empresa, em numerário, cheque ou multibanco.

Ao valor de 360€ pode acrescer, no caso de constituição de sociedades com entradas de bens móveis ou imóveis ou participações sociais sujeitos a registo:

  • 50€ por imóvel, quota ou participação social;
  • 30€ por cada bem móvel;
  • 20€ por ciclomotor ou motociclo, triciclo ou quadriciclo com cilindrada não superior a 50 cm3, até ao limite de € 30.000.

Portugal Tem-Se Apresentado Como «Uma Boa Localização» Para Empresas Que Queriam Sair Do Reino Unido

Ao abrir a empresa, deverá nomear um gerente ou sócio-gerente e o contabilista, que será muito útil se já estiver a participar do processo de abertura desde o início para auxiliar na criação do registo das actividades.

Após ter entregue os documentos e ter pago a taxa para abertura da empresa, abra uma conta bancária. Pode optar por bancos públicos ou privados, como achar melhor. Análise as taxas mensais e compare qual banco é mais vantajoso.

O último passo para abrir empresas em Lisboa geralmente é feito pelo contabilista, que é registar nas Finanças com o NIB.

Custos iniciais para abrir empresas em Lisboa

  • 360€ para abertura da empresa;
  • Capital social da empresa;
  • Custo do contador.

Impostos mensais

  • IRC (Imposto Sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas): 17% nos primeiros 15.000€ de lucro e 21% após esse valor;
  • Derrama (imposto municipal que incide sobre o lucro tributável das empresas): até 1,5%;
  • IVA (‎Imposto sobre o Valor Acrescentado): de 6%, 13% ou 23% (varia de acordo com o produto ou serviço;
  • Taxa Social Única (Imposto sobre os salários dos colaboradores): 23,5%.
admin81admin81

RELATED ARTICLES